E-banner
ARTIGO

REVISTA DA FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS

O QUE É METONÍMIA: SOBRE PRESENÇA E DESCONTINUIDADE ENTRE HISTÓRIA E DIREITO CONSTITUCIONAL

Rafael Martins Estorilio



RESUMO

A metonímia como instrumento para pensar a simultaneidade da descontinuidade e continuidade na história tornou-se uma possibilidade de narrativa em que o nome é crucial para a construção de sentido. Semelhante ao que vemos em Derrida para a justiça no direito, a metonímia em autores como Runia também permite a duplicidade da narrativa: presença e a ausência de elementos, porém na forma de uma confusa “fístula” entre passado e presente. O objetivo deste trabalho é deslocar essa novidade para a narrativa da história no direito fazendo uso da política, especificamente na relação entre direito constitucional e política, deixando um caminho aberto: a força da memória involuntária.


PALAVRAS-CHAVE:

Metonímia; Direito constitucional; História.



Clique aqui para baixar o artigo completo.
MESTRADO | REVISTA FDSM IR AO TOPO

FDSM NAS REDES SOCIAIS


Blog da FDSM
Facebook da FDSM
YouTube da FDSM
Instagram da FDSM
Twitter da FDSM
Linkedin da FDSM