E-banner
ARTIGO

REVISTA DA FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS

EMOÇÃO, DIREITO E EDUCAÇÃO JURÍDICA

Nuno Manuel Morgadinho dos Santos Coelho



RESUMO

O ponto central deste artigo é a relação entre emoção e ciência jurídica e o modo como esta relação se expressa no ensino do direito. Estudam-se as concepções de direito e de realização do direito de Hans Kelsen, e o papel que as emoções podem desempenhar ali – criticando-as à luz da concepção aristotélica do saber prático. O método consiste em compreender a relação entre razão e emoção na construção da decisão jurídica nos principais textos de teoria de direito de Kelsen (Teoria pura do direito, Teoria geral do direito e do Estado) e nas obras Ética, Política e Retórica, de Aristóteles – de modo a perceber em que medida a perspectiva positivista deixa de compreender o papel central da emoção na experiência do direito e no seu ensino.


PALAVRAS-CHAVE:

Emoções; Ensino do direito; Direito; Kelsen; Aristóteles.



Clique aqui para baixar o artigo completo.
MESTRADO | REVISTA FDSM IR AO TOPO

FDSM NAS REDES SOCIAIS


Blog da FDSM
Facebook da FDSM
YouTube da FDSM
Instagram da FDSM
Twitter da FDSM
Linkedin da FDSM